Biomateriais auxiliando o Enxerto Ósseo (Parte 2)

Também é possível realizar o procedimento da substituição por meio de biomateriais de alta tecnologia. Eles são capazes de agir, dentro do organismo, como um osso comum, podendo ser naturais ou sintéticos. Eles têm como principal função a criação de um arcabouço que mimetiza a microestrutura óssea, possibilitando a sua vascularização e o povoamento celular. Ainda é possível, futuramente, fazer mais uma substituição por uma matriz óssea verdadeira.

O principal benefício do biomaterial é a diminuição dos riscos do procedimento cirúrgico. Já a ausência de um doador elimina a possibilidade de sequelas, risco de infecção e defeitos ósseos, aumentando o conforto do paciente no âmbito geral do pós-operatório. Um outro grande benefício é que essa técnica pode ser utilizada sem dependência de disponibilidade ou qualquer outro fator, afinal, nem sempre é fácil retirar um osso do próprio corpo ou ter de esperar que seja fornecido pelo banco de doadores.

Fonte: Colgate

Share:

Deixe uma resposta