Só a raspagem soluciona o Tártaro?

As placas bacterianas são camadas que se formam na superfície dos dentes ou aparelhos ortodônticos. Elas surgem a partir do encontro de microrganismos e dos restos de alimentos que ficam na boca. O acúmulo dessa placa pode causar diversos problemas bucais. Entre eles, o tártaro. Quando ainda é apenas a placa bacteriana, uma boa escovação com uso de fio dental é o suficiente para dar fim ao problema.

Quando acumulada e endurecida, a situação se complica. Isso porque o tártaro só pode ser retirado com a ajuda de um dentista, com instrumentos especiais para isso numa espécie de raspagem. Esse procedimento busca alisar a superfície dentária e é um nível acima da limpeza, ou profilaxia. Mas somente a raspagem pode eliminar o tártaro?

Primeiramente, é importante compreender o que é o tártaro, que é a formação de placas rígidas e aderidas aos dentes. Vários fatores estão relacionados ao aparecimento do tártaro, como a falta de higiene adequada, a composição da saliva, medicamentos, entre outros fatores. A melhor maneira de eliminar o tártaro é através de raspagem, que é completamente eficaz. Como o tártaro é uma placa dura e firmemente aderida ao dente, a escovação por si só não consegue removê-lo. Junto da raspagem ainda é fundamental que o paciente adote uma nova rotina de higienização bucal. Escovar os dentes e passar o fio dental são hábitos obrigatórios, todos os dias. Consumo adequado de água, e uma análise da saliva podem contribuir para evitar o surgimento do tártaro.

Share:

Deixe uma resposta