Mas afinal, porque os dentes escurecem e amarelam?

Todo mundo sabe que o sorriso é o nosso cartão de visita. Por isso, cuidar bem da saúde dos dentes e da estética é tão importante: o sorriso pode ser determinante na primeira impressão que causamos em outros, além de abrir as portas na vida pessoal e profissional e muitas outras vantagens. Mas para quem busca um sorriso bonito, a maior preocupação depois do alinhamento dos dentes é mantê-los brancos e saudáveis. Com o passar dos anos, os dentes têm uma tendência natural ao escurecimento e a sofrer com a ação de agentes cromogênicos, que causam manchas e amarelamento.

Os dentes são formados, basicamente, pela polpa, onde ficam os nervos e vasos sanguíneos; pela dentina, parte intermediária do dente.; e pelo esmalte, camada mais externa e dura do dente. O esmalte, além de ser mais resistente, é a parte que impede que micro organismos cheguem aos nervos e vasos sanguíneos da arcada dentária. Porém, apesar de ser uma das estruturas mais resistentes do corpo humano, é levemente poroso, tendo seus vãos preenchidos pelo que comemos diariamente. É por isso que quando ingerimos beterrabas ou bebidas escuras, como café e chá, nossos dentes imediatamente ficam com essa coloração. Imagine essa ação durante anos e anos de nossas vidas – mesmo com a higienização rigorosa dos dentes, nem sempre é possível remover todos os resíduos de alimentos e bebidas que mancham e amarelam os dentes.

Fonte: Invisialign

Share:

Deixe uma resposta